A volta do trem Rio-Minas - Correio da Lavoura

Últimas notícias

23 de abr. de 2018

A volta do trem Rio-Minas


Por Júlio Lourenço

Não estou falando do antigo trem que saia da Estação do D. Pedro II (Central do brasil) rumo a Belo Horizonte. O primeiro ponto de parada era Barra do Piraí, de onde o expresso seguia, à direita, pela denominada linha do centro, à esquerda, o velho trem denominado Cruzeiro do Sul, inaugurado ao tempo da visita do Rei Alberto da Bélgica ao Brasil, na comemoração do centenário da Independência, em 1922, o Cruzeiro do Sul seguia rumo à Estação da Luz (São Paulo).

O trem mineiro, que me referi no início, com primeira parada em Barra do Piraí, seguindo à direita para Belo Horizonte, tinha sua segunda parada importante em Três Rios, outro entroncamento ferroviário de grande importância na malha da Central do Brasil. Quero falar aqui de uma nova linha de uma Ong localizada na cidade mineira de Recreio (Zona da Mata), chamada “Amigos do Trem”, que pretende refazer uma linha férrea entre Três Rios e Cataguazes, num investimento de 800 mil reais, incluindo uma máquina de Diesel, um vagão gerador, um vagão lanchonete e vagões de passageiros, com poltronas. Os vagões estão sendo consertados na oficina localizada em Recreio. Dois trens partirão em sentido contrário, em horários diferentes, aos sábados, domingos e feriados, com lotação estimada para 300 passageiros. As máquinas foram fabricadas na Romênia e iriam para a África. Os vagões são aqueles que já foram utilizados na linha Belo Horizonte-Vitória. Será aproveitado o antigo leito Três Rios-Recreio, que será completado com 40 quilômetros até Cataguazes, totalizando 120 quilômetros em 2 horas e 50 minutos. Deverá entrar em operação no segundo semestre deste ano.

Parabéns ao presidente da Ong “Amigos do Trem”, Paulo Henrique Nascimento, em Recreio, Minas Gerais.

Obs.: Uma ótima notícia. Já se fala no retorno da linha Rio-Belo Horizonte.