TROCANDO EM MIÚDOS - Correio da Lavoura

Últimas notícias

1 de out de 2019

TROCANDO EM MIÚDOS

Por Almeida dos Santos

Gafe do ano
Na rede social o prefeito parabenizou os agentes de trânsito de Nova Iguaçu, mas colocou, para, ilustrar a homenagem, ocorrida esta semana, a foto de nada mais, nada menos, do Cel. Márcio e o Rubens Borborema. Só para lembrar, ambos homenageados eram subsecretário e secretário municipal de Trânsito e Mobilidade Urbana na gestão do prefeito Bornier. Vejam a foto:

Sobre 2021
As eleições municipais serão realizadas no dia 4 de outubro do ano que vem, mas desde já desperta algumas curiosidades que esta coluna traz para vocês. Elas estão pautadas no reflexo de que até outubro deste ano, caso não mude, ficarão mesmo 11 vereadores escolhidos para representarem toda a população iguaçuana, estimada pelo IBGE em 821.128 habitantes, a partir de 1 de janeiro de 2021.

Sobre 2021 II
Se dividir o número de vereadores, que serão 11, pelo número de habitantes – ressaltando que a população é estimada – teremos um vereador por cada grupo de 74.648 pessoas. Ou seja, per capta, será uma cadeira parlamentar representando uma população superior a muitos municípios brasileiros, o que significa uma concentração de poder inimaginável em uma cidade com destaque econômico e cultural na Região Metropolitana.

Sobre 2021 III
Nos último anos a Câmara de Vereadores devolveu aos cofres da Prefeitura de Nova Iguaçu algo em torno de R$ 4 milhões, segundo informações que possuímos. Mas se isso pode parecer uma boa ação aos olhos do leitor, saibam que sequer o Poder Legislativo possui um prédio próprio ou adquiriu um terreno para parar de pagar aluguéis. E é aí que começa a chamar a atenção essa vontade de devolver ao prefeito o que poderia materializar-se em uma sede própria.

Sobre 2021 IV
Se a Câmara se orgulha em devolver recursos para o Poder Legislativo sem ter uma sede própria e digna, tudo leva a crer que a simpatia do prefeito Rogerio Lisboa (PR) na redução do número de cadeiras é grande. É que mantendo como está essa devolução, em caso de reeleição dele, deverá ser maior ainda, afinal diminuirá o número de vereadores. Só que o pensamento do prefeito passa, é claro, pela difícil tarefa que ele encontra de se reeleger.

Sobre 2021 V
Com a diminuição de cadeiras, qualquer pressão popular de uma cidade com a densidade populacional de Nova Iguaçu será grande para apenas 11 representantes. E não duvidem que quem pensa em se reeleger para presidir o Poder Legislativo vai encontrar moleza com os manifestos populares. Aguardem e vejam isso.

Ainda sobre Tinguá
Parece que não chegou ao fim essa discussão de tentar recategorizar Tinguá de Reserva para Parque. Soube por pessoas no Rio, essas fortemente ligadas aos grupos de defesa ambientalista, que o assunto estará na pauta da reunião do Conselho Municipal do Meio Ambiente. Também soube que terá protesto. Depois não digam que eu sou adivinho.

Triste
O portal da Prefeitura de Nova Iguaçu não possui sequer um link da programação cultural ou esportiva da cidade. E não é de agora. Ao entrar no site há mais lembretes de cobranças do que de ofertas. Está na hora de pensar em colocar a programação cultural no site.

Ele não esquece
O prefeito Rogerio Lisboa (PR) não esquece Bornier. Os seus discursos voltaram a atacar o ex-prefeito. Olha a frase que ele disse na inauguração da reforma da Praça do Ypê Amarelo: “Encontramos uma área degradada, assim como pegamos a cidade em 2017, totalmente destruída. Trabalhamos para reconstruir essa praça e agora os moradores do bairro Dom Rodrigo e do entorno tem um espaço de lazer revitalizado”, disse.