CÂMARA DE NOVA IGUAÇU REALIZA AUDIÊNCIA DE PRESTAÇÃO DE CONTAS DA SAÚDE - Correio da Lavoura

Últimas notícias

15 de ago de 2019

CÂMARA DE NOVA IGUAÇU REALIZA AUDIÊNCIA DE PRESTAÇÃO DE CONTAS DA SAÚDE

Durante 3 horas, a Comissão de Saúde da Câmara Municipal, presidida pelo vereador Fernando Bernardes Carvalhal, Fernandinho Moquetá, coordenou audiência pública, na tarde da última quarta-feira (14), que apresentou o Relatório de Gestão do 1º Quadrimestre de 2019 da Secretaria municipal de Saúde (Semus) de Nova Iguaçu. Com um orçamento estimado em R$ 370 milhões no ano atual, a cidade conta 946 estabelecimentos de saúde, entre públicos, privados e filantrópicos, para o atendimento de uma população residente em Nova Iguaçu de 800 mil pessoas, além de moradores de outros 52 municípios que também são atendidos pela rede da cidade.
“O ano de 2019 iniciou com os desafios redobrados aguardando as novas diretrizes do Ministério da Saúde e da Secretaria de Estado de Saúde, com a perspectiva de apoio sistemático, no campo do financiamento das ações e serviços de saúde. Por parte do Ministério da Saúde foram apresentadas as demandas de habilitação, como a da UPA Austin, que aguarda publicação de portaria. Por parte da Secretaria de Estado de Saúde, o aporte financeiro advindo dos programas de co-financiamento para Atenção Básica, SAMU, UPA, Assistência Farmacêutica e Procedimentos Ambulatoriais de Média e Alta Complexidade tem sido uma solução paliativa para o subfinanciamento do SUS”, explicou o subsecretário de Planejamento da Semus, o sanitarista e epidemiologista Carlos Alberto Silva e Souza.
Todas as ações da Secretaria no 1º quadrimestre foram apresentadas em números em relação aos seguintes temas: vigilância em saúde; ações do Comitê de vigilância em óbito materno, infantil e fetal; ações do Comitê de assessoramento das ações de controle da Dengue e dos vírus da Chikungunya e Zika; saúde do trabalho; vigilância sanitária; vigilância ambiental; vigilância epidemiológica; prevenção ao tabagismo, álcool e outras drogas; entre outros. Destacam-se 2.110 procedimentos cirúrgicos e 2.749 procedimentos obstetrícios realizados neste período. Carlos Alberto salientou que o fechamento de maternidades na cidade de Belford Roxo, vizinha à Nova Iguaçu, tem elevado muito a procura das gestantes à Maternidade Mariana Bulhões, o que contribui para o número expressivo de partos.
O secretário de Saúde de Nova Iguaçu, Manoel Barreto de Souza Oliveira Leite, que é vice-presidente do Conselho de Secretários de Saúde do Estado do Rio, não esteve presente à audiência por compromissos junto ao Conselho, de última hora, no mesmo horário da reunião. O subsecretário de Atenção Especializada de Urgência e Emergência da Semus, Cristian Ferreira, participou da mesa que conduziu os trabalhos, ao lado dos vereadores Mauricio Morais, membro da Comissão de Saúde da Câmara, e do presidente da Casa, Felipe Rangel Garcia, Felipinho Ravis. A vereadora Renata da Telemensagem, Alcemir Gomes e Dr. Cacau também participaram da audiência.