TROCANDO EM MIÚDOS - Correio da Lavoura

Últimas notícias

29 de abr. de 2020

TROCANDO EM MIÚDOS

POR ALMEIDA DOS SANTOS


Pratas da casa
Dois professores do Departamento de Ciência da Computação do Instituto Multidisciplinar da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ), do campus Nova Iguaçu, desenvolveram um aplicativo que utiliza inteligência artificial para auxiliar no diagnóstico de Covid-19. São eles: Felipe Braida e Leandro Alvim.

Pratas da casa II
O aplicativo é denominado XrayCovid-19 e utiliza inteligência artificial para auxiliar no processo de diagnóstico. De acordo com o site da UFRRJ, com a avaliação de uma radiografia o sistema verifica se a imagem possui padrão associado à Covid-19, à pneumonia comum ou a nenhuma das duas.

Pratas da casa III
Um estudo feito pelos professores do campus que fica em Nova Iguaçu, poderia ajudar muito no diagnóstico aqui na cidade, mas é claro que para isso seria importante uma parceria com a Prefeitura de Nova Iguaçu. Afinal, a cidade também vai receber um hospital de campanha e poderia se tornar um município com a rede de saúde contando com este tipo de aliado.

Por falar em Covid-19
A vereadora Renata da Telemensagem, em conversa com este colunista, confirmou que testou positivo para Covid-19. Por telefone ela dizia estar sentindo-se cansada em razão do coronavírus. Vale ressaltar que ela foi a segunda autoridade de Nova Iguaçu que testou positivo. Dr. Joé Sestello, diretor do Hospital Geral de Nova Iguaçu, é outro positivado.

Faltam respiradores
Na quarta-feira, dia 22, na costumeira live que faz para passar dados sobre os números de pessoas com o Covid-19 na cidade, o prefeito falou que faltam respiradores pelo número de pessoas internadas no Hospital da Posse em estado grave. Que isso acenda o alerta da população.

Abatido
Uma coisa não há como negar. Nas últimas lives transmitidas através da rede social conhecida como Facebook, o prefeito Rogerio Lisboa tem passado a aparência de cansado. O que me chama a atenção é que o assunto poderia ser passado por técnicos da área da saúde ou na companhia deles.

Por falar no prefeito
Os Agentes de Combate à Endemias, aqueles que são conhecidos como mata-mosquitos, andam reclamando que estão correndo riscos nas desinfecções das unidades de saúde por falta de EPIs (Equipamentos de Proteção Individuais). Em um processo de número 0020961-42-2020.8.19.0038, que tramitou na Prefeitura de Nova Iguaçu, a Prefeitura está obrigada a fornecer estes equipamentos.