OLIMPÍADA DA LONGEVIDADE REUNIU 450 ATLETAS DE NOVA IGUAÇU - Correio da Lavoura

Últimas notícias

1 de out de 2019

OLIMPÍADA DA LONGEVIDADE REUNIU 450 ATLETAS DE NOVA IGUAÇU

“Todos aqui são vencedores pelo simples fato de estarem competindo. Não interessa taça, troféu ou medalha, mas sim estarmos em condições de participar e nos divertir”. O depoimento é de José Roberto Vicente, 75 anos, representante do Espaço Municipal da Terceira Idade (ESMUTI) na Olimpíada da Longevidade, realizada no último sábado (28), na Vila Olímpica de Nova Iguaçu.

A competição reuniu cerca de 450 idosos em diversas atividades como corrida de revezamento, chute ao gol, peteca, bola ao cesto, jogos de dama, dominó e boliche. Durante a cerimônia de abertura dos jogos, o prefeito de Nova Iguaçu, Rogerio Lisboa, anunciou que está perto de fechar um acordo com a iniciativa privada para investir em atividades físicas voltadas para a terceira idade.

“Nova Iguaçu possui 200 núcleos de atividades para idosos. Vamos convocar todos eles e fazer uma parceria público-privada para investir neste trabalho e dar um salto de qualidade. Queremos fazer na cidade o maior programa do país voltado para a terceira idade”, disse o prefeito. Ele lembrou que a Prefeitura já vem realizando parcerias público-privada que vem beneficiando a população, especialmente na área de saúde, como a que ampliou a oferta de cirurgias de cataratas pelo SUS.

Esta é a segunda vez que a Vila Olímpica recebe a Olimpíada da Longevidade. A primeira foi ano passado, logo após o espaço ser reinaugurado depois de passar por uma grande reforma. “Quando assumimos, a Vila Olímpica estava fechada. Nós imediatamente investimos aqui e entregamos uma obra com muita qualidade”, recordou Rogerio Lisboa. “O próximo passo é reformar o ginásio”, acrescentou o prefeito. Esta obra do ginásio já foi licitada pela Prefeitura e deve ser iniciada nos próximos.

Na edição do ano passado, a Olimpíada da Longevidade reuniu 300 atletas de Nova Iguaçu, Mesquita e Paracambi. Este ano, com exceção de Paracambi, também estiveram representadas Queimados, Magé e Rio de Janeiro.

“A ideia é que a Olimpíada se torne cada vez maior e seja realizada em outros municípios, como já aconteceu em Mesquita, este ano. Nosso objetivo é fazer destes jogos uma política pública não só na Baixada Fluminense, mas em todo o estado. Queremos que a Olimpíada da Longevidade se torne uma tradição”, disse o secretário municipal de Esporte e Lazer Alexandre Batista.

Já o subsecretário da pasta, Rafael Reina, responsável pela organização do evento, reforçou as palavras do atleta José Roberto Vicente. “Muitos vêm aqui para competir, brincar, se divertir. A olimpíada preenche todas estas lacunas. Independentemente do resultado, todos aqui saem vitoriosos”.

Fotos - Raphael Bittencourt