TROCANDO EM MIÚDOS - Correio da Lavoura

Últimas notícias

16 de jul de 2019

TROCANDO EM MIÚDOS

Por Almeida dos Santos

PCdoB faz Roda de Conversa
Na última quarta-feira, dia 10, na sede do MAB (Movimento Amigos do Bairro) em Nova Iguaçu, o Comitê Municipal do PCdoB promoveu uma reunião para falar um pouco da conjuntura política estadual e nacional, mas também aproveitou para deixar claro que o partido não faz parte do governo do prefeito Rogerio Lisboa (PR). O evento, denominado de Roda de Conversa, é a primeira edição de uma série de encontros que o partido pretende realizar para fortalecer a legenda.

Roda de Conversa 2
Apesar de reunir um número significativo de dirigentes que vieram de outros lugares do Rio de Janeiro para o projeto Roda de Conversa, o ex-presidente municipal do PCdoB e atual secretário de Indústria, Comércio, Agricultura e Meio Ambiente, Fernando Cid, não esteve presente no encontro. Mas o partido não comentou nada sobre a sua ausência. Parece que a relação não vai nada boa.

Sobre a Previni
O Instituto de Previdência dos Servidores de Nova Iguaçu (Previni) não coloca no seu site as informações e balancetes atualizados sobre o órgão. Tampouco fez qualquer atividade com os servidores para falar sobre o que pode mudar com a Reforma da Previdência. Em tempos de falta de informação sobre o que muda e o que permanece, isso tem tirado o sono de muita gente que está na ativa.

Sinal de alerta
Se teve uma coisa que prejudicou o ex-prefeito Nelson Bornier (PROS) no projeto de reeleição foi o caótico trânsito que a cidade vivia. Hoje o trânsito continua caótico. Que isso acenda o sinal de alerta, tanto para os motoristas quanto para Rogerio Lisboa.

Doce vingança
Que o PT não faz mais parte do governo municipal e que gosta de fazer um estrondo, todo mundo sabe. A aprovação da Reforma da Previdência com o alto esforço do deputado Rodrigo Maia, amigo muito próximo do prefeito Rogerio Lisboa, vai render muito para o PT nas próximas eleições. Podem apostar que essa proximidade do prefeito com o presidente do Congresso será usada.

Extrema banalização
Essa coisa do presidente Jair Bolsonaro querer nomear o filho para ser Embaixador do Brasil no EUA seria a maior banalização da nossa imagem para o mundo. O Brasil está vivendo momentos de ridicularizar-se desavergonhadamente para a comunidade internacional. O espírito republicano não merece esse achincalhe. Perdoem o desabafo!

Sobre Tinguá
A reunião que aconteceu na Universidade Rural, em Nova Iguaçu, na tarde de quinta-feira, envolvendo o Conselho Gestor da Reserva Biológica de Tinguá, não teve quórum o suficiente para algumas deliberações. Mas foi consenso entre os participantes que a recategorização neste momento do governo Bolsonaro não é o melhor caminho. Dia 14 de agosto, em Brasília, a Comissão de Turismo deverá ser informada disso.