FESTA DO AIPIM É SUCESSO E TERÁ CONCURSO GASTRONÔMICO EM 2020 - Correio da Lavoura

Últimas notícias

16 de jul de 2019

FESTA DO AIPIM É SUCESSO E TERÁ CONCURSO GASTRONÔMICO EM 2020

Trinta mil presentes, sete toneladas de aipim consumidas, 166 empregos temporários gerados. Este é o balanço da 12ª edição da Festa do Aipim de Tinguá, realizada nos dias 12, 13 e 14 de julho. O tradicional festival gastronômico não acontecia desde 2015 e voltou ao local onde tudo começou, na Praça de Tinguá, em Nova Iguaçu, após sete anos.
“Desde 2012 que esta festa não era realizada neste modelo. Os organizadores do evento e a prefeitura, que apoia esta ideia, conseguiram resgatar esta tradição. O próximo passo é fazer com que ela se mantenha anualmente no calendário da cidade”, afirmou o prefeito Rogerio Lisboa, que se disse surpreso com a quantidade de iguarias que têm como base o aipim. “No ano que vem será ainda melhor, vamos promover um concurso gastronômico para eleger o melhor prato”, anunciou.
Entre 2013 e 2015 a Festa do Aipim foi realizada em um terreno na Estrada Federal de Tinguá onde hoje está em construção um Centro de Convenções. A edição deste ano foi realizada pela Associação de Moradores e Amigos de Tinguá (AMAT) com apoio da Prefeitura de Nova Iguaçu. O “retorno às raízes”, termo usado pelos produtores e culinaristas que participam do festival gastronômico, foi visto com bons olhos.
“Acertaram este ano, pois deram prioridade à culinária que é o grande foco da festa. Com o retorno à praça, o morador local também foi priorizado. As vendas foram muito boas e esperamos que sejam ainda melhores no ano que vem”, disse Alan Pinheiro, 27 anos, que tinha como carro-chefe de sua tenda hambúrguer artesanal com pão de aipim e as tradicionais porções de aipim com carne seca.
Engenheiro de Qualidade, Leandro de Souza Costa, 43 anos, utilizou a experiência do trabalho, onde tem como função garantir a qualidade do produto da empresa, para avaliar a 12ª edição da Festa do Aipim. “Aqui na praça nós temos não apenas um ótimo produto, mas também um serviço de muita qualidade. Observei que está tudo muito bem armazenado e que as pessoas que estão trabalhando nas tendas atendem muito bem os clientes”, afirma Leandro, que é morador de Tinguá e foi à festa acompanhado pela esposa Érica, 39 anos, o filho Douglas, 21, e amigos.
Embora a festa tenha voltado à praça de Tinguá, o público não se restringiu aos moradores locais. O casal Raquel e Vagner Barbosa, 38 anos, e a filha Raíssa, 15, saíram da Vila Emil, em Mesquita, para conhecer o festival gastronômico e aprovaram. “É nossa primeira vez na Festa do Aipim e esse evento não fica atrás dos que acontecem no Rio, como na Zona Sul. É muita variedade feita com o aipim, que é diferente, mais macio. Estamos entusiasmados e queremos voltar no ano que vem”, garantiu Vagner.
Crédito - Alziro Xavier