BANCO DE SANGUE DO HGNI ESTENDE HORÁRIO PARA DOAÇÃO - Correio da Lavoura

Últimas notícias

6 de jun de 2019

BANCO DE SANGUE DO HGNI ESTENDE HORÁRIO PARA DOAÇÃO

Uma doação de sangue pode salvar até quatro vidas. Mais que um ato solidário, a doação é uma necessidade, já que a cada dois segundos um indivíduo em algum hospital do país precisa de uma transfusão de sangue para viver. A importância da doação regular de sangue é sabida por todos, mas a busca de doadores é um trabalho constante dos hemocentros para manter os estoques abastecidos.

No Hemonúcleo do Hospital Geral de Nova Iguaçu (HGNI) a situação não é diferente. Para tentar atrair mais doadores a unidade vai ampliar o horário de coleta de sangue na próxima semana, As doações poderão ser feitas de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 15h. A ampliação em 2h30 no funcionamento do banco de sangue tem objetivo de atrair mais doadores, uma vez que o HGNI está com o estoque abaixo do ideal. A ação também vai comemorar o Dia Internacional do Doador de Sangue, celebrado em 14 de junho. 

Por ser uma das únicas emergências da Baixada Fluminense, realizando cerca de 17 mil atendimentos e 600 cirurgias por mês, o HGNI precisa manter o estoque de sangue abastecido, mas o número de doações vem caindo. Em maio, apenas 398 bolsas foram coletadas, cerca de 35% abaixo do ideal, que são 600 doações. Este ano, a média foi de 400 doadores.

“Sendo o HGNI um hospital de trauma, com emergência aberta e com as várias especialidades médicas, é imprescindível que tenhamos um fluxo de pelo menos 40 doações de sangue por dia para suprir as necessidades dos pacientes, sejam casos cirúrgicos ou emergenciais”, explica a médica coordenadora do banco de sangue, Neuza Nakamura. 

Além de fornecer bolsas de sangue para HGNI, o Hemonúcleo também abastece a Maternidade Mariana Bulhões. Por isso o papel do doador é fundamental para o bom funcionamento destes dois hospitais. “Uma bolsa de sangue pode ajudar até quatro pacientes”, reforça Neuza.

Para ser um doador é preciso estar atento a algumas recomendações. Caso tenha se vacinado contra a gripe, é necessário aguardar pelo menos 48 horas para fazer a doação. Se contraiu dengue, zika ou chikungunya, só poderá doar após 30 dias. O doador deve ter entre 16 e 69 anos e pesar mais de 50 quilos. Não é preciso estar em jejum, entretanto, ficará restrito de fazer a doação quem tiver ingerido bebidas alcoólicas nas últimas 24 horas ou comidas gordurosas nas últimas 4 horas. Jovens de 16 e 17 anos também podem ajudar a salvar vidas, mas é preciso a autorização dos pais ou responsáveis que pode ser adquirida através do site do Hemorio http://www.hemorio.rj.gov.br/Html/PDF/Menor_idade.pdf).