SAMU DE JAPERI FAZ SIMULAÇÃO COM "VÍTIMAS" PARA APRIMORAR ATENDIMENTO - Correio da Lavoura

Últimas notícias

22 de mai de 2019

SAMU DE JAPERI FAZ SIMULAÇÃO COM "VÍTIMAS" PARA APRIMORAR ATENDIMENTO

Muita gente foi pega de surpresa no fim da tarde do último domingo (19), diante da suposta “tragédia” envolvendo três “mortos” e sete “feridos”, a maioria com gravidade, na Estrada Vereador Francisco Costa Filho, em frente à Academia da Saúde e do Idoso, no bairro Areal, em Engenheiro Pedreira.
         
A interdição de trecho da via, o barulho ensurdecedor de sirenes das ambulâncias, o cenário de corpos espalhados nas calçadas, homens e mulheres sangrando, com mão amputada, vísceras expostas e outros tipos de traumatismos, além de o corre-corre dos agentes de saúde, mexeu por alguns momentos com a rotina de moradores e motoristas na região.
         
Mas, tudo não passou de mentirinha. Foi na verdade, uma enorme simulação de atendimento médico promovido pela Prefeitura de Japeri, através da Secretaria Municipal de Saúde, para aprimorar o protocolo de segurança no atendimento pré-hospitalar feito por condutores, socorristas, técnicos em enfermagem, enfermeiros e médicos do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (SAMU) do município.
         
O treinamento, que durou mais de 8 horas, com aulas teórica e prática em espaço aberto da academia e também em via pública, envolveu ainda equipes de instrutores de Resgate em Ambiente de Selva (RAS) e da MP Cursos.
         
O médico cardiologista Jorge Lanzelotti, que coordenou o treinamento ao lado do colega do RAS Alexandre Delgado e da instrutora de emergência pré-hospitalar Shirley Ramos, disse que foi a primeira atividade de treinamento de educação continuada do SAMU de Japeri.
         
“O grupo recebeu instruções básicas de resgate em emergência e atualização do protocolo do American Heart Association nos critérios de atendimento pré-hospitalar, manobras de reanimação e medidas básicas normativas de segurança para o atendimento”, explicou.
          
Ainda de acordo com o médico, foram ministradas questões relacionadas ao gerenciamento de catástrofes e metodologia do start ‘Simple Triage And Rapid Treatment’ (Triagem Simples e Tratamento Rápido), método mais utilizado no mundo para o gerenciamento de múltiplas vítimas em situação de desastre e outros sinistros.
         
“Houve também um simulado de vítimas caracterizadas e a utilização dos protocolos universais de resgate em gerenciamento, triagem e atendimento pré-hospitalar”, disse Lanzelotti, explicando que o treinamento teve por objetivo repassar para a equipe recém-contratada do SAMU os protocolos universais de atendimento às vítimas e as normativas de segurança pré-hospitalar.
          
Para o secretário municipal de saúde, Rafael de Freitas, que acompanhou parte do treinamento, pela manhã, o serviço de qualidade só tende a beneficiar a população que precisa de muita atenção, sobretudo no atendimento à saúde. Ele disse ainda que, mesmo diante da crise que assola o país, o governo municipal vem trabalhando muito para oferecer melhor infraestrutura à cidade.
          
O presidente da Câmara Municipal, vereador Márcio Manequinha, destacou “a dedicação da equipe” que participou dos treinamentos, segundo frisou, “visando oferecer melhor atendimento aos cidadãos japerienses”.
          
Já José Camargo, coordenador do SAMU de Japeri, disse que o objetivo do treinamento foi aprimorar o protocolo de atendimento na tentativa de reduzir o tempo de atendimento de respostas em ocorrência.