Os 109 anos da professora Leopoldina - Correio da Lavoura

Últimas notícias

22 de mar de 2019

Os 109 anos da professora Leopoldina


Obrigado por tudo Professora Leopoldina Machado Barbosa de Barros, com toda certeza, uma das maiores incentivadoras do basquete, do vôlei e do tênis de mesa em nosso Recôncavo Fluminense.
Nasceu em Salvador, na Bahia em 26 de fevereiro de 1910. Foi professora, escritora, atriz, poetisa e compositora.
Filha de Eulálio de Souza Barbosa e Anna Izabel Machado Barbosa. O irmão que a criou foi Leopoldo Machado, uma vez que era mais nova dezoito anos e foi para ela, como costumava dizer: “Seu irmão, seu pai, seu ‘tudo’”.
Motivo de grande alegria entre seus familiares, amigos, colegas de trabalho, alunos e ex-alunos, dedicou a maior parte de sua vida ao Labor Educacional.
Migrou com sua mãe e seus irmãos Leopoldo e José de Calazans para o Méier, no Rio de Janeiro.
Havia concluído o primário no Colégio Olavo Bilac em Salvador e o antigo Bacharel em Ciências e Letras, no Colégio Nacional, no Méier, também no Méier, à época sob a direção do Almirante Paim Pamplona.
Sempre apoiando seu irmão mais velho em sua busca por um local onde pudesse desenvolver seu trabalho educacional, foi com ele para Paraíba do Sul em 1927, trabalhar em uma filial do Colégio Nacional. Trabalharia na secretaria, recepção, portaria, enfim em todos os locais onde sua presença se fizesse necessária. Sempre com o carinho, o desvelo, a atenção e o capricho que marcaram sua vida até os dias atuais.
Retorna ao Rio de Janeiro ao final de 1929. Juntamente com Leopoldo, sua cunhada Marília Ferraz de Almeida e sua mãe, fundam o então Gymnázio Leopoldo, em Nova Iguaçu, no dia 1º de fevereiro de 1930. Cinco anos de trabalho até que se conseguisse a sede própria na Marechal Floriano 1074, inaugurada em fevereiro de mil novecentos e trinta e cinco.
Casou-se em 23 de dezembro de 1939 com o professor Newton Gonçalves de Barros, e desta união nasceram Ney Alberto Gonçalves de Barros, professor, historiador, bacharel em Direito; Maria de Nazareth Machado de Barros de Vasconcellos, professora, funcionária pública do Município do Rio de Janeiro; Newton Leopoldo Machado de Barros, professor, bacharel em Direito e Paulo de Tarso Machado de Barros, atual diretor do Colégio Leopoldo.
Das uniões de seus filhos nasceram oito netos: Ney Alberto, Karine e Patrick (Ney Alberto); Anna Beatriz, Otávio Alberto e Luiz Otávio (Maria de Nazareth) e Vanessa Regina e Paulo de Tarso (Paulo de Tarso).
Sempre a nossa querida professora Leopoldina Machado exerceu o seu trabalho no Colégio Leopoldo e no Ginásio Leopoldina Machado, pertencendo ao nosso Conselho Pedagógico, verificando publicações, orientando professoras de Jardim a quarta série, verificando cadernos, provas, enfim auxiliando e orientando sistematicamente em tudo que se fez necessário para a continuidade do trabalho que viu nascer, ajudou a desenvolver, viu completar bodas de prata, bodas de ouro, com igual período de sua dedicação. Que possa o Pai que está nos céus abençoá-la por tudo que sempre nos legou.