Fábio e Lydia - Correio da Lavoura

Últimas notícias

11 de dez de 2018

Fábio e Lydia


Um dos grandes acontecimentos sociais de Nova Iguaçu no ano de 1952 foi, sem dúvida alguma, o enlace matrimonial de Fábio Raunheitti e Lydia Gonçalves, cuja celebração se deu a 31 de maio daquele ano. O casamento, no seu ato civil, realizou-se numa quinta-feira, dia 29. O ato religioso foi celebrado no sábado, dia 31, na Catedral de Santo Antônio pelo Pe. João Musch, com a igreja repleta de convidados e pessoas amigas. Os noivos tiveram como padrinhos o Dr. Getúlio Macedo de Azeredo e Senhora.
Um dos detalhes lembrados pelo Dr. Fábio Raunheitti, há quatro anos, dizia respeito à confecção do vestido de casamento da noiva, feito no atelier de costura de Madame Azeredo, então localizado na Av. Marechal Floriano Peixoto, e cuja clientela era composta pela fina-flor da sociedade iguaçuana de então.
A recepção festiva teve lugar na residência (sobrado) do Sr. Antônio Gonçalves e de D. Maria do Amparo, na Marechal Floriano, próximo à Catedral, onde foi servido aos inúmeros convidados um delicioso bufê. Fábio e Lydia, acima, quando posavam para a foto especial do álbum de casamento, em frente ao piano da Família Gonçalves.
(Foto do arquivo da Família Raunheitti)