Educação e História: Universidade da Posse - Correio da Lavoura

Últimas notícias

20 de abr. de 2018

Educação e História: Universidade da Posse

Por Eder Rodrigues




Costumávamos brincar com o saudoso Aquilino Quintas, proprietário do velho e querido Instituto Brasil, dando-lhe o “título” de Magnífico Reitor da Universidade da Posse. Mais que uma galhofa, era uma verdadeira metáfora do panorama do pobre e contraditório sistema “universitário” de ensino da Princesa da Baixada!

Contemplando, agora, o deslocamento melancólico, principalmente noturno, das levas de humildes estudantes iguaçuanos, em triste demanda do santo graal de um diploma de curso superior, para coisa nenhuma, em qualquer uma das faculdades particulares da nossa terra, vem-me a memória daqueles tempos gloriosos de sonhos e esperanças.     

O sistema de educação superior de Nova Iguaçu é controverso e ineficiente, pois que dominado pela “iniciativa” privada (a participação do poder público é praticamente desprezível), formando-se multidões de evasores, que se acumulam a cada ano, incapazes de custear inteiramente os seus cursos, a despeito dos fieses da vida – multiplicadores da agonia...

Pensando no problema, pretendemos divulgar, nesta coluna, o plano de criação de uma “universidade comunitária”, que levamos a Pato Branco (Paraná), para que a sociedade iguaçuana se conscientize de que é possível fornecer ensino superior de qualidade aos que não podem pagar por ele, nem têm condições físicas de acesso ao sistema público.


Que os idealistas da nossa terra, e que refletem a respeito do tema, possam começar a pensar na sua maneira de participar da campanha! Até a semana que vem quando publicaremos a primeira parte do projeto vitorioso, que já foi levado a outras terras e que, como, certa vez, disse ao Prof. Robertinho do nosso inesquecível Colégio Eme, nós todos devíamos a Nova Iguaçu!