DR. MÁRIO PINOTTI - Correio da Lavoura

Últimas notícias

12 de fev. de 2020

DR. MÁRIO PINOTTI


Médico sanitarista brasileiro, nascido em Brotas (Estado de São Paulo) em 1894. Diplomado pela Escola de Farmácia de Ouro Preto (1914) e pela Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro (1918). Inspetor Sanitário Rural do Departamento Nacional de Saúde Pública (1919); prefeito de Nova Iguaçu (1922); Diretor do Departamento Nacional de Malária (1942) e do Departamento Nacional de Saúde (1945); Ministro da Saúde (1954 e 1958-1960); Diretor do Departamento Nacional de Endemias Rurais (1956); Presidente da Legião Brasileira de Assistência-LBA (1957-1959). Escreveu O Problema da Malária (transmitida por ‘Kerteszia’ no sul do Brasil, The Nation Wide Malaria Erradication Program in Brazil (Grande Programa de Erradicação da Malária no Brasil-1951), Campanha contra a doença de Chagas (1956), Vida e morte do brasileiro (1959), etc.

Este verbete é da Grande Enciclopédia Delta Larousse (1970), e dá bem a medida de quem foi este ilustre brasileiro chamado Mário Pinotti. O erro está na pontuação de sua passagem por Nova Iguaçu, acusando o ano de 1922. É justamente aqui que entra o Nossa Memória, reportando-se a uma notícia publicada na edição de 22 de março de 1920. Diz o parágrafo inicial de um longo texto sobre a administração pública municipal: “Assumindo a direção da Prefeitura Municipal de Nova Iguaçu a 2 de dezembro do ano passado (portanto, atenção leitor, em 1919), o Dr. Mário Pinotti foi obrigado, pelas dificuldades criadas pela Câmara Municipal, negando-lhe orçamento, a lançar mão da atribuição que lhe confere o Art. 33, nº 15, da Lei nº 1620, de 11 de novembro de 1919, para dar desempenho às funções do alto cargo de que se acha investido”. (Arquivo do CL)