TROCANDO EM MIÚDOS - Correio da Lavoura

Últimas notícias

21 de jan. de 2020

TROCANDO EM MIÚDOS

POR ALMEIDA DOS SANTOS


Vazia
A missa da cidade que aconteceu no dia 15 de janeiro mostrou algo incomum. Em pleno ano eleitoral estava vazia. É para refletir.

Tão só...
O prefeito Rogerio Lisboa deve ter sentido, dia 15 passado, na missa da cidade, que mesmo com o poder nas mãos ele não está mais atraindo as forças políticas para posarem em fotos alegremente ao seu lado. Foi o que se viu na Catedral de Santo Antônio, ocasião que só um vereador esteve ao lado do prefeito, além do deputado federal Juninho do Pneu (DEM).

Até...
No site da Prefeitura de Nova Iguaçu, quem se dispuser a dar uma olhada nas fotos da missa, sequer vai encontrar a primeira-dama ao lado do prefeito no banco que fica de frente para o altar. Alguns amigos dessa coluna disseram que não viram a primeira-dama por lá, reforçando o que dizem as imagens do site.

Descolamento
O descolamento de imagens com o prefeito falam mais que qualquer palavra que possa ser escrita a respeito desse momento em que ele passa. Este ano, como se sabe, poderá vir a confirmação do impedimento de candidatar-se à reeleição, isso caso seja mantida a sentença no processo sobre fake news.

Corpos fora
O que chamou a atenção na missa foi a falta até de secretários ao lado do prefeito. Nem mesmo o importado e mega midiático Alex Castellar, secretário municipal da pomposa pasta de Assuntos Estratégicos, Ciência, Tecnologia e Inovação, aparece nas fotos. Os secretários que moram na cidade, então, também não foram vistos nelas.

Presidente distante
O presidente da Câmara de Vereadores de Nova Iguaçu, Filipinho Ravis (PSC), estava presente na missa. Mas não ao lado do prefeito na foto que está no site. Nem mesmo no banco da primeira fileira reservado para as autoridades ele aparece.

Se no poder está assim…
Rogerio Lisboa que abra os olhos. Detendo o poder como titular da administração municipal está assim, sobretudo quando deveria mostrar uma força política maior em razão do seu processo, se começar a campanha oficialmente sob a ameaça de ser afastado, tudo tende a piorar.