CLASSE HOSPITALAR DO HGNI REALIZA FESTA DE NATAL E VOLUNTÁRIOS PRESENTEIAM A CRIANÇADA - Correio da Lavoura

Últimas notícias

18 de dez. de 2019

CLASSE HOSPITALAR DO HGNI REALIZA FESTA DE NATAL E VOLUNTÁRIOS PRESENTEIAM A CRIANÇADA


Em maio deste ano, Maria Patrícia de Oliveira, de 43 anos, acompanhou o filho Matheus, de nove, ao Hospital Geral de Nova Iguaçu (HGNI). Além de receber tratamento médico devido a uma celulite, o pequeno manteve, através da Classe Hospitalar, seus estudos atualizados durante os 17 dias que ficou internado. O vínculo criado neste período foi tão grande que ela retornou para participar da festa de Natal para as 26 crianças internadas, na última terça-feira (17). Como voluntária, ela doou bolo. 

“O Hospital da Posse oferece um acolhimento totalmente diferente. Quando vim para cá para meu filho ficar internado, tive um atendimento excelente. A cura dele foi primordial por causa do tratamento que teve aqui”, conta Maria Patrícia. 


Participar da festa foi um sentimento de gratidão, e também uma forma de ajudar a tirar o sofrimento de crianças e pais no momento da internação, pelo qual ninguém quer passar. 

“Tive uma salinha para brincar, fiz novos amigos e também tive um atendimento muito legal, com várias enfermeiras, até algumas exclusivas”, relembrou o pequeno, que completou 10 anos nesta terça-feira. 


A sala de aula da Classe Hospitalar era só alegria e diversão. Um coral de 16 crianças de uma igreja da região abriu as comemorações encenando a história do nascimento de Jesus e cantou músicas natalinas. O grande momento da tarde foi a chegada da Mamãe Noel e seus assistentes, que distribuíram presentes doados por voluntários, funcionários e médicos para os pequenos pacientes. Em troca, receberam muitos abraços, sorrisos e carinho. 

“O nosso trabalho é em paralelo ao calendário escolar de Nova Iguaçu. Nós tentamos trazer para dentro do hospital atividades que são realizadas nos colégios neste fim de ano, para que essa criança não fique tão deslocada do convívio escolar. As festividades natalinas, normalmente, encerram o ano letivo”, explica a professora da Classe Hospitalar, Rosemary Mello. 

Uma das crianças que se divertiram durante a festa foi pequeno Felipe, de 6 anos. Internado há quatro dias após quebrar o braço, ele interagia com as crianças e com a Mamãe Noel. 

“Foi tudo maravilhoso. As crianças passam por um sofrimento enorme quando ficam internadas. Tem que furar ali, aqui, medicação, o tratamento, e aí vem um evento desse para amenizar sua dor e da família. Fiquei muito feliz e meu filho também”, ressalta a mãe Marijara Gomes, de 33 anos. 

A Classe Hospitalar é um projeto integrado entre as Secretarias Municipais de Saúde e Educação de Nova Iguaçu, e desde 2006 auxilia as crianças internadas com conteúdos didáticos para que não percam matéria escolar durante o período de internação. Em média, 80 pequenos pacientes são atendidos por mês. Duas professoras são responsáveis pelas aulas. 

“O balanço é positivo, uma vez que ofertamos atendimento pedagógico para crianças não só de Nova Iguaçu, mas dos demais municípios. Isso melhora o quadro clínico da criança e contribui para quando ela voltar à escola, ajudando com o conteúdo aplicado e diminuindo a evasão escolar. A criança consegue cumprir todas as atividades da grade escolar mesmo durante a internação”, complementa Rosemary.

NATAL CHEGA MAIS CEDO NO AMBULATÓRIO 

Crianças que realizam acompanhamento ambulatorial em pediatria no HGNI também foram presenteadas, na manhã da última terça-feira (17), em comemoração antecipada ao natal. Funcionários e estudantes se organizaram para alegrar e presentear os pequenos pacientes. Além disso, os palhaços do projeto da Capelania Hospitalar fizeram uma “bagunça” divertida enquanto os pais aguardavam ser chamados pelo médico. O setor realiza cerca em média 120 consultas por mês.