CONFERÊNCIA DISCUTE QUALIDADE ALIMENTAR EM BELFORD ROXO - Correio da Lavoura

Últimas notícias

24 de jul de 2019

CONFERÊNCIA DISCUTE QUALIDADE ALIMENTAR EM BELFORD ROXO


Governo e a sociedade civil de Belford Roxo estiveram reunidos durante a semana discutindo políticas públicas sobre alimentação adequada e saudável. O tema fez parte da 3ª Conferência Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável, realizada no auditório da Universidade Abeu, em uma parceria entre o Conselho Municipal de Segurança Alimentar (Comsea) e a Secretaria Municipal de Assistência Social e Cidadania (Semasc). Graduada em Nutrição, Katia Cardoso dos Santos palestrou no evento. Segundo ela, o momento é de construção de uma política muito satisfatória. “Estamos em evolução no nosso Estado. Poder público e a sociedade civil estão dialogando em busca de bons resultados”, destacou.

A conferência foi aberta pela presidente do Comsea, Simone Maria Alcântara Rosa. “Vamos identificar alternativas e promover a troca de experiências”, disse. O Secretário Municipal de Assistência Social e Cidadania, Vander Louzada, ressaltou que a o tema da conferência é fantástico. “O encontro nos permite discutir ações que visam promover alimentação saudável e digna a todos. Desenvolver políticas públicas neste sentido é primordial”, defende.

Em ação – Secretário adjunto da Semasc, Diogo Bastos, afirmou que o evento é importante instrumento de discussão entre a Prefeitura e a população. “A Secretaria tem desenvolvido ações neste sentido, como a implantação de hortas comunitárias, em parceria com a Secretaria de Meio Ambiente, nos Cras (Centro de Referência da Assistência Social). Também desenvolvemos atividades de Educação Alimentar e Nutricional como palestras sobre alimentação saudável e ainda apresentação do Guia Alimentar para os munícipes”, disse.

Atento ao assunto, o secretário municipal de Saúde, Flávio Vieira, lembrou que o Comsea tem uma função importante no município, a de fiscalizar a merenda escolar. “A qualidade dos alimentos faz com que a saúde de crianças e adolescentes melhore. Um município onde as pessoas são saudáveis, o governo não precisa gastar tanto com a saúde”, assegura. Flávio aproveitou e anunciou que espaços externos das unidades de saúde poderão ser aproveitados com o plantio de hortas comunitárias.  “Vamos fazer parcerias e colocar em prática”, abordou ele. Há 35 anos à frente da Ong Sublime, Jandira Rosa afirmou: “Estou feliz em participar do encontro que permite debater um assunto importante a todos. A qualidade da alimentação nos dá direito à dignidade e temos que brigar por isso”, salientou ela que sugere a estimulação da agricultura familiar no município.

Também participaram da conferência e fizeram parte da mesa de autoridades: a superintendente estadual de Segurança Alimentar, Luiza Trambuco e Reinaldo Araújo representante regional do Comsea. Durante o evento a usuária do Cras do Jardim do Ipê, Ana Paula Silva, chamou atenção, emocionou e arrancou palmas do público presente, tocando a música Aleluia em um violino.