TROCANDO EM MIÚDOS - Correio da Lavoura

Últimas notícias

7 de mai de 2019

TROCANDO EM MIÚDOS

Por Almeida dos Santos

Passamento
No início da tarde de quinta-feira, dia 2, uma notícia pegou os iguaçuanos de surpresa. Trata-se do passamento do ex-prefeito, ex-vereador (por sete mandatos), ex-secretário municipal e ex-deputado estadual Mario Pereira Marques Filho. Sem dúvidas um dos homens que mais se destacou na política de Nova Iguaçu.

“Marquês das Artes”
Não há maior definição para o ex-prefeito que a encontrada pelo poeta e escritor Victor Loureiro, que diz que Marques foi um “marquês” das artes iguaçuanas. E faz sentido! Foi no governo do ex-prefeito que foi criada a Casa de Cultura, uma marca da gestão de Mario Marques que tanto investiu em Cultura na sua administração.

Ferreirinha no comando
O prefeito Rogerio Lisboa (PR), através da Portaria 253 de 25 de abril, amparado no artigo 87 da Lei Orgânica Municipal, pediu o licenciamento da função transferindo para o vice-prefeito Carlos Ferreira (sem partido) a responsabilidade de administrar a cidade até o dia 14 de maio. Um fato incomum na administração.

Voltado para a lua
Ao assumir a administração da Prefeitura de Nova Iguaçu, Carlos Roberto Ferreira, o Ferreirinha, é um dos poucos políticos na história da cidade que tem no curriculum os títulos de ter sido vereador, secretário, vice-prefeito e prefeito temporário na cidade.

Especulação
Em viagem anterior que o prefeito fez com destino à Disney, para aonde levou a família, ele não pediu licenciamento do cargo. Esteve fora da cidade e mesmo sendo por um período curto, deveria pedir licença à Câmara. Desta vez o que se comenta nos bastidores é que o prefeito voltou ao EUA. Qualquer dia o moço vai pedir cidadania americana e muda de vez pra lá.

Garotinho em Nova Iguaçu
Conhecido por ser polêmico com as suas declarações, o ex-governador Garotinho estará em Nova Iguaçu neste sábado, às 16h, na Tourtuga Lounge, na Rua Ione Torres Ennes, nº 136, no Centro. Quem conhece Garotinho sabe que ele não tem travas na língua. Desafeto de Lisboa, de quem já foi padrinho, ele prepara um repertório de sacadas para alfinetar o prefeito.

Porteira aberta
Mais uma vez informo: essa coisa do prefeito sair nomeando pessoas para ocuparem cargos aos quais algumas delas não têm “compatibilidade” de horário para exercerem as funções vai dar problema. E problema grave. Não tarda e o Ministério Público vai se manifestar sobre isso. Não duvidem!