TROCANDO EM MIÚDOS - Correio da Lavoura

Últimas notícias

30 de abr de 2019

TROCANDO EM MIÚDOS

Por Almeida dos Santos

Ausência das ruas
Atual deputado federal pelo PP, o ex-secretário de Saúde do Estado e de Nova Iguaçu, Dr. Luizinho, tem sido assunto nas rodas de conversa sobre política. Uns defendem que ele será candidato a prefeito, outros apostam que ele irá apoiar Rogerio Lisboa à sucessão. Mas todos são unânimes em achar estranho o seu desaparecimento das ruas de Nova Iguaçu. Sendo ou não candidato.

Por falar na ausência…
Nos grupos do aplicativo WhatsApp, o Dr. Luizinho, tem explicado o seu posicionamento de ajudar o governo do prefeito Rogerio Lisboa (PR), apesar dele ser o seu potencial adversário em 2020. Vai passar o tempo todo explicando e não vai conseguir convencer. É que a maioria do grupo que elegeu o Dr. Luizinho já tem posicionamento… Contrário.

Visita do governador
Na quinta-feira, no Apart-Hotel Mercure, o governador Wilson Witzel (PSC) trouxe parte do secretariado para uma reunião com os prefeitos da Baixada. Como o evento aconteceu em Nova Iguaçu, não faltou quem pensasse em uma aliança.

Visita do governador 2
Enquanto os prefeitos das cidades da Baixada se reuniam com o governador, cabos-eleitorais do Rogerio Lisboa (PR) aguardavam no hall do Apart-Hotel Mercure. Mas a maioria do lado de fora era de pessoas que aparentemente compunham a oposição. Não houve bate-boca, mas o clima ficou chato.

Rearrumando para dar espaço
O prefeito parece que quer mesmo ser candidato à reeleição e para isso está abrindo a porteira da Prefeitura de Nova Iguaçu, conforme já dissemos nesta coluna. O moço quer gerar cargos. Políticas públicas, nada.

Pode perigar
O prefeito deve estar fazendo caixa. É que não tarda que a Justiça determine os pagamentos de novembro, dezembro e 13º de muitos cargos comissionados que ainda não receberam pelos trabalhos prestados. Mas se a Justiça determinar o “cumpra-se”, ele deverá jogar a culpa na gestão passada, isso como se ele não estivesse à frente da administração municipal por mais de 2 anos.

Vai perturbar
Rogerio Lisboa ainda não se deu conta de que os partidos de esquerda não estão nada satisfeitos com a administração municipal. PT, PCdoB, PSB, PSOL e algumas outras legendas podem tirar a paz de Lisboa. O pior é que o prefeito não tem nem espaço para oferecer caso queira uma aliança partidária. E mesmo se tiver, acho que nesse momento essas legendas não aceitariam mais. Mas vamos esperar para ver.