Prefeitura leva doações à Casa do Menor São Miguel Arcanjo - Correio da Lavoura

Últimas notícias

14 de abr de 2019

Prefeitura leva doações à Casa do Menor São Miguel Arcanjo

“Não adianta lutar contra as trevas. É preciso ascender uma luz”. Esta frase reflexiva costuma ser repetida pelo padre Renato Chiera, fundador da Casa do Menor São Miguel Arcanjo, em Miguel Couto. E na última sexta-feira (12), mais algumas luzes foram acesas na instituição que há 33 anos acolhe crianças e adolescentes e oferece gratuitamente cursos profissionalizantes a jovens e adultos. Graças a um convênio entre a Prefeitura de Nova Iguaçu e o Governo Federal, por meio do Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário, a unidade recebeu doações que irão ajudar a manter o atendimento a quem precisa de uma oportunidade para ingressar no mercado de trabalho ou simplesmente de um lar repleto de amor e carinho. 
Foram doadas mobílias para toda a casa, como freezers, refrigeradores, geladeiras, fogões, sofás, televisores, guarda-roupas, ventiladores e colchonetes. A Casa do Menor também recebeu material para atividades de lazer e esportivas como mesas de ping-pong, tabelas de basquete, camas elásticas, piscinas de bolinha, mesas de totó e casas de boneca. Também foram entregues computadores, impressoras e um carro zero quilômetro.
“Esta doação vem graças a uma emenda parlamentar de 2016, mas que infelizmente o governo anterior não agilizou o recebimento. Então a Casa do Menor procurou nossa secretária municipal de Assistência Social, Elaine Medeiros, e conseguimos reaver o processo e dar este presente que vai beneficiar tantas crianças e jovens de agora em diante”, disse o prefeito Rogerio Lisboa, que não pôde comparecer à solenidade de entrega das doações.
Elaine Medeiros e o secretário municipal de Assuntos Estratégicos, Ciência e Tecnologia, Alex Castellar, acompanharam a chegada dos bens. Emocionada, a secretária de Assistência Social celebrou o final feliz. “Nos dedicamos muito para conseguir fazer com que estas doações chegassem a estas crianças e jovens que tanto necessitam. Temos certeza que elas vão dar mais conforto não só aos acolhidos, mas também a quem trabalha na Casa do Menor”, comemorou.
Casa do Menor já atendeu mais de 100 mil pessoas - Fundada em 1986 pelo padre italiano Renato Chiera, a Casa do Menor São Miguel Arcanjo oferece acolhimento para crianças e adolescentes, pessoas com necessidades especiais e usuários de drogas. Além disso, há cursos profissionalizantes para jovens e adultos e também atividades educacionais, culturas, esportivas e artísticas para pessoas de todas as idades. 
Nestes 33 anos de atividade a instituição já atendeu mais de 100 mil pessoas. Cerca de 60% delas saíram de lá aptas para ingressar no mercado de trabalho. “Sofri na pele com a falta de oportunidades. Perdi muitos amigos para a tráfico de drogas e a violência. Isto me motivou atender ao chamado do padre Renato e ajudá-lo a fazer algo para mudar esta realidade”, revela Lúcia Cardoso, conhecida como Lucinha, presidente da Casa do Menor.
Segundo ela, mais de 60 mil pessoas já concluíram os cursos gratuitos de gastronomia, panificação, informática, mecânica de auto, elétrica predial, entre outros. Além disso, outras 40 mil pessoas já participaram de outros programas oferecidos pela unidade em três décadas. Atualmente, mais de 1.800 pessoas estão envolvidas em algum tipo de atividade oferecida pela Casa do Menor. Cerca de 70 são crianças e adolescentes acolhidos.
"Estas doações são muito importantes para qualificar nosso atendimento e fazer com que nossas crianças se sintam em casa. Agradeço muito à prefeitura por esta parceria. Ninguém faz nada sozinho. A vida está sofrida no Brasil, nossas crianças gritam por socorro. E para responder a esse grito devemos dar as mãos. E é isto o que está acontecendo agora”, disse o padre Renato Chiera.
A Casa do Menor fica na Avenida Henrique Estrada Duque Mayer, nº 222, no bairro Miguel Couto, em Nova Iguaçu.