TROCANDO EM MIÚDOS - Correio da Lavoura

Últimas notícias

13 de fev. de 2019

TROCANDO EM MIÚDOS

Por Almeida dos Santos


PSL terá candidatura própria em 2020
O PSL, partido do presidente Jair Bolsonaro, terá candidatura própria nas próximas eleições municipais. Quem afirma isso é o responsável pela legenda em Nova Iguaçu e ex-deputado federal Fernando Gonçalves. Ele disse que não há possibilidade do PSL fazer aliança com o prefeito Rogerio Lisboa (DEM) numa possível candidatura à reeleição.

Nomes
Fernando Gonçalves destacou que o partido tem feito frequentes reuniões a fim de discutir a unidade da legenda, lembrando que foram eleitos os deputados federais Hélio Bolsonaro e Sargento Gurgel, assim como o próprio deputado estadual Anderson da Margareth. Gonçalves também não descarta o próprio nome na lista de prefeitáveis para 2020.

De olho em Nova Iguaçu
O ex-prefeito de Queimados, Max Lemos (MDB), que foi eleito deputado estadual com 59.672 votos, deve se lançar candidato a prefeito de Nova Iguaçu. Em conversa com este colunista, ele confirmou a intenção, mas ficou de falar sobre o assunto no decorrer da próxima semana.

Dr. Luizinho no páreo
Outro nome que deve concorrer na eleição para prefeito em Nova Iguaçu é o recém-empossado deputado federal Dr. Luizinho (PP). Ele foi eleito com votação expressiva na cidade e disse a esta coluna que tem sido cobrado por parte dos seus eleitores para disputar o cargo de prefeito. Ele foi secretário de Saúde de Nova Iguaçu e também do Estado.

Inacessível
Enquanto alguns nomes vão confirmando a intenção de concorrerem à cadeira maior do executivo municipal, o prefeito Rogerio Lisboa (DEM) evita falar com a imprensa. Nem mesmo para desmentir ou confirmar os boatos de que não será candidato e que poderá passar o bastão para o ex-presidente da Câmara e atual deputado federal Juninho do Pneu (DEM).

Inacessível 1
Colocando-se numa redoma e protegido pela assessoria de imprensa, o prefeito Rogerio Lisboa imagina que a população não merece a satisfação da sua vida pública política e eleitoral. Todos os pedidos de entrevista com ele são ignorados e não respondidos. Das duas uma: ou não são levados ao prefeito pela assessoria ou o próprio quer fugir das perguntas.

Por falar em Lisboa...
Ele que fez tanta promessa quanto aos valores da iluminação pública de Nova Iguaçu, agora cismou de usar uma proposta do seu antecessor Nelson Bornier e publicou, no D.O.E. desta semana, uma justificativa para instituir uma parceria público-privada neste serviço. Resta saber se assim que for feito ele cumprirá a promessa de reduzir a Taxa de Iluminação Pública que continua uma das mais caras da Baixada. Quase o dobro do valor cobrado em Mesquita.