“PREFEITURA PRESENTE” RESGATANDO A DIGNIDADE DO CIDADÃO IGUAÇUANO - Correio da Lavoura

Últimas notícias

6 de fev. de 2020

“PREFEITURA PRESENTE” RESGATANDO A DIGNIDADE DO CIDADÃO IGUAÇUANO


A aposentada Maria das Graças Machado, de 64 anos, ligou para o pai, José Machado, de 87, e lhe deu uma ótima notícia: em breve, ela irá visitá-lo no Espírito Santo, onde ele reside com a atual esposa. Nesta quinta-feira (6), ela procurou o “Prefeitura Presente”, programa da Prefeitura de Nova Iguaçu que leva diversos serviços de saúde e assistência social à população, que esteve no bairro Jacutinga, e solicitou o Cartão do Idoso, uma espécie de “passe livre” em lugares públicos e privados. Um dos principais benefícios é a aquisição gratuita de passagens de ônibus interestaduais.

A iguaçuana conta que a última vez que viu o pai foi no início de 2019, quando ele veio visitá-la. Segundo ela, o valor da passagem de ônibus impede viagens mais frequentes.

“É muito dinheiro para uma aposentada como eu. Normalmente, eu vou ao Espírito Santo a cada três anos. Então, solicitei o Cartão do Idoso para poder ir vê-lo com mais frequência. Já estou ansiosa para fazer esta viagem”, comemora Maria das Graças.

Para solicitar o cartão, ela precisou apresentar à equipe da Secretaria Municipal de Assistência Social (SEMAS) identidade, CPF e comprovante de residência. Dentro de dois meses, ela deverá comparecer à SEMAS e apresentar uma fotografia 3x4 para que o cartão seja confeccionado. Idosos a partir de 60 anos têm direito ao benefício.

DOCUMENTOS E SAÚDE EM DIA

Quem procura o “Prefeitura Presente” tem acesso a outros serviços da SEMAS como, por exemplo, isenção de casamento e para segunda via de certidões de casamento, nascimento ou óbito, ID Jovem, Vale Social, agendamento para Carteira de Trabalho, cadastramento na Agência Nova Iguaçu de Oportunidades e no Sistema Nacional de Emprego (SINE), cadastramento e recadastramento do Bolsa Família e Benefício de Prestação Continuada (BPC).

A dona de casa Bruna Julião Gonzaga, de 35 anos, aproveitou a oportunidade para fazer o recadastramento do Bolsa Família e solicitar a segunda vida da certidão de nascimento. Ela também buscou pelos serviços da Secretaria Municipal de Saúde (SEMUS) e foi vacinada contra a febre amarela.

“A equipe da saúde verificou minha caderneta de vacinação e constatou que faltava esta vacina. Agora estou protegida e me sinto mais segura”, garantiu Bruna.