NOVO ESPAÇO INFANTIL É INAUGURADO EM ESCOLA DA REDE DE BELFORD ROXO - Correio da Lavoura

Últimas notícias

14 de ago de 2019

NOVO ESPAÇO INFANTIL É INAUGURADO EM ESCOLA DA REDE DE BELFORD ROXO

A Prefeitura de Belford Roxo inaugurou o espaço infantil na Escola Municipal Manoel Gomes. O espaço tem capacidade para atender inicialmente cerca de 100 crianças, em duas salas climatizadas, dois banheiros (feminino e masculino) e um parquinho. A educação infantil funciona em dois turnos para atender crianças de 3 a 5 anos. Além disso, recentemente, a cozinha e refeitório da unidade passaram por uma reforma para melhor atender aos alunos e professores. A Escola Municipal Manoel Gomes fica na Avenida Joaquim da Costa Lima, s/nº, bairro São Bernardo.

Durante a solenidade, os pequenos da primeira turma da educação infantil cantaram a música “meu pintinho amarelinho”. Um aluno do nono ano tocou clarinete e normalistas do Instituto de Educação de Belford Roxo homenagearam o prefeito Wagner Carneiro, o Waguinho, com cartazes com sua foto e mensagens sobre a educação. Ainda nas apresentações, a turma do quinto ano apresentou uma dança que passou uma mensagem de inclusão. Ainda durante o evento, a deputada federal, Daniela do Waguinho e o secretário de Educação, Denis Macedo, fizeram a entrega simbólica dos novos kits escolares para os alunos da educação infantil e fundamental e a entrega dos kits para os professores.

Para a deputada federal, Daniela do Waguinho, que já foi professora e diretora da rede, é prazeroso estar dentro de uma escola. “O prefeito Waguinho  se sensibiliza muito pelas crianças e é muito importante que os outros administradores também pensem nos baixinhos e priorizem sua educação. Estarei em Brasília levantando a bandeira da educação, priorizando o desenvolvimento integral das crianças. O prefeito tem duas bases fortes para ajudá-lo com essa e muitas outras melhorias para Belford Roxo, que é o governo federal e o estadual com o deputado Márcio Canella”, ressaltou a deputada.

EDUCAÇÃO INFANTIL – De acordo com o secretário de Educação, Denis Macedo, o compromisso do governo é de zerar as filas em creches até o fim do mandato. “O novo espaço infantil veio para fortalecer esse trabalho. Havia essa necessidade no bairro por ele ser bastante povoado e ter muita demanda. Os alunos da unidade foram bem receptivos e afirmaram que as crianças levam mais alegria para a escola. Pretendemos inaugurar mais espaços infantis em outras unidades. A próxima será a Escola Municipal Heliópolis, onde iremos dividir o número de alunos com a mais nova unidade no Xavantes, a Liceu Fluminense e assim ter espaço para a educação infantil”, informou o secretário.

A Escola Municipal Manoel Gomes possui 1.106 alunos e atende do 6º ao 9º ano, e conta também com uma turma de 5º ano, além da EJA (Educação de Jovens e Adultos). A diretora, Carla Luciana trabalha na unidade desde 2015 e ficou bastante emocionada da inauguração do novo espaço infantil. “É tudo muito novo e o nervosismo é grande, pois agora estamos educando crianças. Fizemos uma reunião com os alunos e professores e eles abraçaram a ideia da educação infantil de primeira. Em princípio, iríamos atender alunos de 4 e 5 anos, mas devido à  demanda, o prefeito abriu uma exceção para alunos de 3 anos”, explicou a diretora. “Me considero privilegiado em ser vereador no mandato do prefeito Waguinho. A cidade está de cara nova. É trabalho para todos os lados. Hoje as pessoas tem orgulho em dizer que é de Belford Roxo. Não podemos deixar de destacar que a educação é a base de tudo”, afirmou o vereador Juarez da Farmácia.

Para as professoras da educação infantil da Manoel Gomes, Fabiana Dias e Daniele Capilu, é uma experiência maravilhosa toda essa iniciação, socialização e aprendizado da criança. “Muitas pessoas não valorizam a educação infantil que é a base do ensino. É importante que seja gradativo com bastante paciência. O município tem muita carência nessa área, então é essencial que tenhamos mais espaços infantis como esse com todos os recursos para desenvolver os alunos. Que essa unidade inspire outras escolas”, sugeriram as professoras.

Foto - Rafael Barreto