NOVA IGUAÇU GANHA REFORÇO NA LIMPEZA DAS RUAS - Correio da Lavoura

Últimas notícias

30 de jul de 2019

NOVA IGUAÇU GANHA REFORÇO NA LIMPEZA DAS RUAS


Proporcionar máxima eficiência na limpeza das vias, com mais segurança e rapidez sem afetar o trânsito da cidade. Esse é um dos objetivos do Caminhão Varredeira, que começou a operar na última segunda-feira (29) nas ruas de Nova Iguaçu e vai varrer cerca de 330 quilômetros de vias por semana. O equipamento vai trabalhar de segunda a sábado, em média seis horas por dia, sempre no período noturno, a partir das 20h, e será um complemento ao uso da mão de obra manual. 

Durante o serviço o veículo será monitorado por GPS pela Empresa Municipal de Limpeza Urbana (Emlurb). Com capacidade de seis metros cúbicos de lixo o caminhão ainda carrega 250 litros de água para ajudar na limpeza, impedindo que a poeira levante durante a varrição. Atualmente, a Prefeitura de Nova Iguaçu já conta com uma máquina compacta que atua nas ruas do centro do município desde novembro do ano passado. 

“Não vamos substituir a mão de obra manual, mas sim somar, dando mais qualidade ao serviço e rapidez. Será um grande reforço na limpeza da cidade. Esse equipamento ainda vai ser fundamental para reduzir o entupimento de bueiros. Vai melhorar também a aparência da cidade”, afirmou o presidente da Emlurb, Alexander Bento Rezende. Segundo ele, Nova Iguaçu é a primeira cidade da Baixada a usar o equipamento. 

Alexander explica que consegue varrer as ruas andando a uma velocidade de 15 km por hora. “Não vai afetar o trânsito. Os outros varrem andando apenas a 8km/h. As vassouras dele tem uma inclinação maior, que gira até 45 graus, conseguindo varrer a sarjeta como em cima do meio fio”, explica ele.

De acordo com o diretor técnico da Emlurb, Wescley Pandin, o caminhão, que tem luzes de led de sinalização traseira e giroflex de atenção, vai atuar em vias principais da cidade, como a Luís de Lemos, antiga Estrada do Iguaçu, Estrada da Palhada, Avenida da Luz e Via Light, assim como nos viadutos, como da Prata, Caonze, Dom Adriano Hipólito, dos Imigrantes, Padre João Musch, entre outros.

“Para cada rua, ele vai dar duas passadas, no lado esquerdo e uma no direito da via. Na Via Light e Araguaia, por exemplo, vai dar duas passadas, pois são vias de mão dupla. Nos viadutos vai haver mais segurança durante a limpeza, pois não vamos precisar cercar o local com cones para a pessoa limpar”, explicou.