VIADUTO DE COMENDADOR SOARES COMEÇA A GANHAR FORMA - Correio da Lavoura

Últimas notícias

13 de jun de 2019

VIADUTO DE COMENDADOR SOARES COMEÇA A GANHAR FORMA

Mais uma grande obra de mobilidade urbana em Nova Iguaçu está caminhando para virar realidade. Desejo antigo dos moradores, as obras do Viaduto de Comendador Soares tiveram mais um grande avanço na última terça-feira (11), com o içamento das últimas quatro vigas. Ao todo, 16 já foram içadas. Cada viga tem cerca de 20 metros e pesa aproximadamente 11 toneladas. O viaduto vai desafogar o acesso de veículos na Avenida Tancredo Neves (antiga Guadalajara) e nas ruas Coronel Bernardino de Melo e Ministro Lafaiete, três vias importantes e movimentadas que ligam o bairro ao Centro e que são cortadas pela linha férrea da Supervia.

A obra, orçada em R$ 28 milhões, é uma parceria da Prefeitura de Nova Iguaçu com o governo estadual. O viaduto será usado apenas para a passagem de veículos. As obras começaram em julho de 2014, mas ficaram paralisadas por três anos e em outubro do ano passado foram reiniciadas.

“Apesar das dificuldades orçamentárias do município, desde o início do governo nos esforçamos para retomar obras viárias importantes para a cidade que estavam paralisadas. Graças à parceria com o Governo do Estado já entregamos o Viaduto dos Imigrantes e o de Comendador Soares está em ritmo acelerado. E o de Austin também está sendo erguido”, afirma o prefeito Rogerio Lisboa. Além dos três viadutos em parceria com o Estado, a Prefeitura de Nova Iguaçu ainda reformou, com recursos próprios, o Viaduto Padre João Musch, no Centro.

Segundo o engenheiro Bernardo Guimarães Oliveira Souza, responsável pela obra em Comendador Soares, as quatros vigas metálicas içadas fazem parte do acesso ao vão central do viaduto. “Estamos com quase toda a infraestrutura pronta, que já é um grande passo, e chegamos a 55% de obra concluída. Agora falta executar os dois contrabalanços e o balanço sucessivo, que fazem a travessia sobre a linha do trem. A rede da Supervia ainda vai ser rebaixada para o andamento da obra”, explicou ele.

“Essa obra será importante para os moradores e vai facilitar bastante, pois o retorno mais próximo fica na Via Dutra ou no Viaduto Dom Adriano Hipólito. Vamos economizar mais de dois quilômetros. Vai ficar mais fácil para quem mora em Comendador Soares atravessar para o outro lado do bairro. Nosso sonho está se tornando realidade”, comentou o técnico em manutenção elétrica Luis Cláudio Silva, 49.

Crédito - Alziro Xavier